PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Sábado, 04 de Janeiro de 2020, 08h:07
Tamanho do texto A - A+
AGRONEGÓCIO
INFORMAÇÕES Twitter

Os mitos sobre energia solar

Por: AGROLINK

 

A energia solar está em alta. O tema tem se destacado no último ano devido a frequência do debate sobre sustentabilidade, e aos constantes aumentos na conta de energia elétrica.

 

Diante desse cenário, diversas informações falsas têm sido propagadas, alimentando inseguranças desnecessárias acerca da tecnologia. Para esclarecer esses boatos, o engenheiro Diogo Dallapicula, da Fortlev Solar, elaborou uma lista com os 5 principais mitos sobre energia solar. Confira:

 

1-    “Os equipamentos são caros e o investimento não compensa”

 

Os preços das tecnologias de energia solar, atualmente, estão em sua fase de maior acessibilidade. Além disso, é importante lembrar que, por meio do sistema fotovoltaico, é possível reduzir o valor da conta de luz em até 95%. O famoso “payback”, que é o retorno do valor investido ao bolso do consumidor, ocorre em até 5 anos para sistemas residenciais.

 

2-    “O sistema não funciona em dias frios e nublados”

 

O necessário para que os módulos gerem energia com eficiência é unicamente a luz solar, não importando se o tempo está frio ou quente. Em dias nublados, o sistema gera menos energia, porém permanece gerando.

 

3-    “As manutenções são caras e frequentes”

 

Os módulos são estruturas muito simples e não exigem manutenções frequentes. As placas são resistentes e ficam instaladas em uma posição fixa. O único problema que pode ocorrer é o acúmulo de sujeira, que pode ser resolvido até mesmo com a ação da chuva. Ao menos duas vezes por ano, é interessante lavar o equipamento sem necessidade de nenhum tipo de produto químico. 

 

4-    “Não é possível utilizar a energia produzida em um local em outro espaço”

 

Essa prática existe e é denominada como “autoconsumo remoto”, que é quando o comprador gera energia em uma unidade e utiliza o excedente para compensar outras contas, da mesma titularidade e dentro da área de concessão da distribuidora. Desta forma, é possível gerar energia, por exemplo, em uma fazenda e, o que sobrar, pode ser compensado na conta de casa. Para empresas, há ainda a possibilidade de gerar energia em uma sede e compensar nas filiais.

 

5-    “Não existem distribuidoras capixabas especializadas em energia solar”

 

Vislumbrando a sustentabilidade dos sistemas fotovoltaicos e pensando no futuro, a Fortlev, conhecida e renomada no ramo de caixas d’água, tubos e conexões, agora possui a empresa “Solar”, distribuidora especializada em tecnologias do segmento. A sede do negócio fica na Avenida Fernando Ferrari, em Jabour, Vitória.

Twitter

PUBLICIDADE



Edição 215 Fevereiro de 2020

PUBLICIDADE

Enquete
COLUNISTA
BLOGS MAX
  • PUBLICIDADE

  • PUBLICIDADE

  • PUBLICIDADE


PUBLICIDADE


PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

© 2019 - Notícia Max - Todos os direitos reservados