PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Terça-Feira, 10 de Setembro de 2019, 16h:30
Tamanho do texto A - A+
AGRONEGÓCIO
ANÁLISE Twitter

Trigo gaúcho tem forte alta; Paraná em queda

Por: AGROLINK

 

A pesquisa diária do Indicador Cepea registrou forte alta de 2,84% nos preços do RS, nesta segunda-feira (09.09), para a média de R$ 875,16, elevando os ganhos em setembro para 4,76%. Já o trigo do Paraná teve queda de 0,76%, para a média de R$ 872,11 (menor do que o RS), aumentando a queda de setembro para 1,16%, informa a T&F Consultoria Agroeconômica.

 

No mercado físico, os preços subiram R$ 650,00 FOB para R$ 670,00 no RS para safra nova, com alguns interesses de compra (soubemos de 1.000 tons), e R$ 850,00 no PR, com alguns negócios reportados no norte do estado, onde a colheita está mais avançada e a qualidade está excelente. Os trigos do RS chegam ao PR ao redor de R$ 750,00 fazendo competição com os trigos locais.

 

“Os preços de exportação para o trigo brasileiro situam-se ao redor de US$ 215,85 FOB estivado, para embarque em setembro, o que liquidaria algo ao redor de R$ 44,33/saca no interior, mas não há disponibilidade de produto para isto neste momento. Para dezembro, o preço (recua) para US$ 162,94, pressionado pela queda do trigo argentino, liquidando no interior R$ 31,56/saca, preço que não é competitivo, porque o mercado interno paga R$ 39,00/saca”, explica o analista Luiz Pacheco.

 

Com relação às importações, o trigo argentino com 11,5% chegaria aos moinhos do RS e do PR, por via marítima (portos de Rio Grande e Paranaguá), ao redor de R$ 1065,82 em setembro, R$ 896,41 em Novembro, R$ 873,33 em Dezembro, R$ 887,19 em Janeiro e R$ 911,43 em Março. Por via fluvial (desembarcadouro em Foz do Iguaçú) chegariam aos moinhos do Oeste do PR ao redor de R$ 1090,41/tonelada.

 

INTERNACIONAL

 

Os preços do trigo russo continuam a cair, pressionados por menor demanda e pela concorrência. A Rússia é o maior exportador de trigo do Mundo e, se ela baixa os preços, abre espaços para a exportação de outros países, inclusive EUA e Argentina (com repercussões sobre o Brasil). Então, é importante acompanhar os passos do que acontece no Mar Negro. 

 

“Neste mês, inclusive, está previsto o desembarque de 11.000 toneladas de trigo russo no porto brasileiro de Cabedelo-PB. Preços de exportação de trigo russo continuaram a cair na semana passada (-USD 2/MT FOB), relata UkrAgroConsult”, conclui Pacheco.

Twitter

PUBLICIDADE



Edição 196 Setembro de 2019

PUBLICIDADE

Enquete
COLUNISTA
BLOGS MAX
  • PUBLICIDADE

  • PUBLICIDADE

  • PUBLICIDADE


PUBLICIDADE


PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

© 2019 - Notícia Max - Todos os direitos reservados