ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Quinta-Feira, 12 de Julho de 2018, 16h:53
Tamanho do texto A - A+
Twitter
OBSTRUÇÃO DE JUSTIÇA

Lula é absolvido em um de seus seis processos

Por: JORNAL DO BRASIL

REPRODUÇÃO

 

 

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi absolvido nesta quinta-feira (12) em um de seus seis processos pendentes, no qual era acusado de crime de obstrução de Justiça.

 

A decisão foi proferida pelo juiz da 10ª Vara da Justiça Federal em Brasília, Ricardo Leite.

 

Lula, de 72 anos, havia sido acusado em 2016 de tentar comprar o silêncio do ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró, que havia assinado um acordo de delação premiada no âmbito da Lava Jato.

 

A decisão do juiz ressalta a falta de provas suficientes para apoiar a denúncia, baseada essencialmente nos depoimentos dos delatores.

 

"Há inúmeras possibilidades e circunstâncias do que realmente ocorreu", afirma Leite em sua sentença.

 

O ex-presidente (2003-2010) declara-se inocente de todas as acusações e denuncia um "complô" que busca distanciá-lo de sua tentativa de voltar ao poder nas eleições de outubro.

 

Cumprindo desde abril sua sentença de 12 anos e um mês de prisão por corrupção, Lula continua liderando as pesquisas de opinião, com 30% das intenções de voto, embora a Justiça Eleitoral deva invalidar sua eventual candidatura.

 

Após a decisão, a defesa saudou a decisão e apontou que ela "evidencia ainda mais o caráter ilegítimo das decisões que o condenaram no caso" em que ele é acusado de corrupção passiva e lavagem de dinheiro por ter recebido um apartamento da construtora OAS em troca de apoio em negociações com a Petrobras.

 

A condenação, proferida em primeira instância pelo juiz Sérgio Moro, e confirmada por um tribunal de segunda instância, é questionada pelos advogados de defesa que a consideram tendenciosa.

 

"Enquanto o juiz de Brasília, de forma imparcial, negou valor probatório à delação premiada de Delcídio do Amaral por ausência de elementos de corroboração, o juiz de Curitiba deu valor absoluto ao depoimento de um corréu e delator informal para condenar Lula", contestou o advogado Cristiano Zanin Martins.

 

O líder do Partido dos Trabalhadores (PT) responde a outras acusações de corrupção passiva, lavagem de dinheiro, tráfico de influência e organização criminosa em cinco casos.

Twitter



Edição 140 Julho de 2018

COLUNISTAS
Enquete

BLOGS MAX



© 2016 NOTÍCIA MAX - Todos os direitos reservados.