PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Quarta-Feira, 13 de Novembro de 2019, 15h:47
Tamanho do texto A - A+
CIDADES
INVESTIMENTO Twitter

Seduc retoma obra de construção de escola no Pedra 90 em Cuiabá

Por: Redação

Adilson Rosa/Seduc-MT

 

O Governo do Estado está investindo R$ 8 milhões na construção de um novo prédio para uma Escola Estadual no bairro Pedra 90, em Cuiabá. A obra estava parada e foi retomada no início do mês de agosto deste ano. Os trabalhos estão em ritmo acelerado e a unidade deverá ser entregue no primeiro semestre de 2020, beneficiando cerca de dois mil alunos, do ensino fundamental e médio.

 

A nova escola contará com 16 salas de aula, além de laboratórios de física, química, informática e biblioteca, refeitório, cozinha, além da parte administrativa (sala dos professores, coordenadoria, diretoria, secretaria, arquivo, copa e sanitários) e acessibilidade. A parte esportiva não foi esquecida – uma quadra poliesportiva com vestiários também está incluída no novo prédio.

 

Segundo a secretária de Estado de Educação, Marioneide Kliemaschewsk, só em Cuiabá, são três escolas com obras reiniciadas. Além da EE Mário de Castro, as EEs André Luiz da Silva Reis, bairro Consil, e Cleinia Rosalina, bairro Jardim Itamarati, também estão em andamento.

 

Outras obras estão em fase de licitação ou em elaboração de projetos, totalizando 95 obras que serão retomadas ainda este ano.

 

“As obras paradas estão sendo retomadas com planejamento, para que tenhamos a certeza de que vamos concluí-las sem ter que paralisar no meio do caminho por falta de recursos”.

 

Para diretores de duas escolas estaduais do bairro Pedra 90, a expectativa para a nova unidade educacional é grande, pois o número de pais que procuram vagas nas escolas do bairro aumenta a cada ano.

 

“Há anos que temos uma grande demanda por matrículas na região do Pedra 90. As vagas que temos hoje não atendem a grande procura e o resultado são alunos matriculados em escolas de outros bairros. Uma nova escola deixará os pais bem mais aliviados”, avalia o diretor Robson Pereira, da Escola Estadual Plena Rafael Rueda.  

 

O diretor da EE Mário de Castro, Divino Amauri de Campos, elogiou o projeto, principalmente a parte que prevê a acessibilidade, uma vez que o número de alunos especiais nas escolas do bairro é bem grande. “Será um prédio cujo projeto foi pensado em nossos alunos especiais, isso é muito importante”, ressalta.

 

Obras no Estado

 

Conforme destaca a secretária, no segundo semestre deste ano, a Seduc começou a recuperar o fôlego para investimentos em obras. A previsão é investir R$ 35 milhões este ano.

 

“Estamos reorganizando todos os projetos das obras que estavam paradas e verificando o que é possível fazer. Já retomamos 20 obras de reforma e construção de escolas em todo o Estado e estamos elaborando projetos e fazendo licitação para a retomada de várias outras”, enumera.  

Twitter

PUBLICIDADE



Veja mais sobre este assunto:

Edição 208 Dezembro de 2019

PUBLICIDADE

Enquete
COLUNISTA
BLOGS MAX
  • PUBLICIDADE

  • PUBLICIDADE

  • PUBLICIDADE


PUBLICIDADE


PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

© 2019 - Notícia Max - Todos os direitos reservados