ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Quinta-Feira, 14 de Junho de 2018, 09h:02
Tamanho do texto A - A+
Twitter
ATENDIMENTOS

Segunda etapa do Ribeirinho Cidadão começa em 1º de julho

Por: Redação

 

Já está marcada a data da segunda etapa (parte terrestre) do projeto Ribeirinho Cidadão: 1º a 6 de julho. Nos dois primeiros dias os atendimentos serão realizados na Agrovila das Palmeiras, no Distrito de Santo Antônio de Leverger. Na sequência (3 e 4 de julho), os moradores de São Pedro de Joselândia, no Distrito de Barão de Melgaço, receberão a equipe de parceiros e voluntários. Finalizando os atendimentos da 11ª edição do projeto, os atendimentos serão realizados no município de Poconé nos dias 5 e 6 de julho.

 

A primeira etapa da 11ª edição do Ribeirinho Cidadão, correspondente à parte fluvial, foi realizada de 2 a 7 de abril, em comunidades dos municípios de Santo Antônio do Leverger e Barão de Melgaço. Ao todo, 31 instituições e diversos voluntários dedicaram seu tempo às ações de inclusão social. Foram contabilizados nessa etapa 5.359 atendimentos (médicos, odontológicos e diversos), divididos entre os serviços de acesso à justiça (634); saúde (2.673); cidadania (1.592) e consciência ambiental (460). Além disso, foram distribuídos 803 óculos, 1100 cartilhas, 1000 mudas e coletados 7.500 kg de resíduos sólidos do rio Cuiabá.

 

Segundo o juiz coordenador do projeto Ribeirinho Cidadão, Jorge Luiz Tadeu Rodrigues, o que se espera da etapa terrestre é repetir o sucesso da primeira etapa em conjunto com os parceiros, que, na avaliação do magistrado, foram primordiais para o bom resultado obtido. “Os parceiros empenharam sua palavra que estarão com a gente na segunda etapa e temos certeza que será tão exitosa quanto a primeira. As comunidades já estão ansiosas esperando as equipes do Ribeirinho. Faremos visita técnica aos locais para ver como se dará toda a infraestrutura e logística para que tudo corra bem, assim como foi na etapa fluvial”, informou.

 

Já o presidente do TJMT, desembargador Rui Ramos Ribeiro, salientou que a Administração continuará a defender a importância do projeto Ribeirinho Cidadão. “Nós estamos trabalhando e continuaremos a trabalhar. Tenho certeza que os sucessores a partir de 2019 também continuarão a dar melhores condições para esse trabalho. Nós não vamos parar. Sabemos o que é servir e vamos continuar sempre presentes atendendo aos jurisdicionados, não apenas na parte jurisdicional, mas também na social, porque hoje um bom Poder Judiciário é formado por bons juízes, como o Jorge Tadeu, e sua equipe de servidores. É assim que as coisas andam, trazendo as iniciativas do papel para o lado objetivo e prático para as pessoas”, ressaltou.

Twitter



Edição 143 de Agosto de 2018

COLUNISTAS
Enquete

BLOGS MAX



© 2016 NOTÍCIA MAX - Todos os direitos reservados.