PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Segunda-Feira, 14 de Outubro de 2019, 08h:14
Tamanho do texto A - A+
CIDADES
REFORÇO NO ENSINO Twitter

Teatro de Fantoches da Guarda Municipal tem foco em atividades educativas

Por: Redação

REPRODUÇÃO

TEATRO

 

Mais de 150 mil alunos da Rede municipal de ensino tanto estadual e particular, como municipal de Várzea Grande já tiveram a oportunidade de assistir e participar do projeto social da Guarda Municipal ‘Arte de Ensinar’ com apresentações do Teatro de Fantoches. O grupo, que neste ano completa 14 anos de atuação, já contam com seis peças adaptadas com temas de alerta como bulling, dengue, violência sexual contra crianças e adolescentes, trânsito, Lei Maria da Penha e preservação do meio ambiente.

 

Nesta sexta-feira (11), o grupo realizou apresentação no Instituto Várzea-grandense de Educação – IVE – em atividade alusiva ao Dia da Criança, comemorado neste sábado (12).  A diretora da unidade Veralice Weirich disse que todos os anos o grupo de teatro da Guarda Municipal realiza apresentação na escola e que neste ano, coincidiu com a semana dedicada a criança.  “O espetáculo vai ao encontro dos ensinamentos aplicados na escola, porém a abordagem sobre o tema meio ambiente em forma de teatro em linguagem lúdica, fica o tema leve e didático para as diferentes faixas etárias. Essa parceria de serviços tem resultados positivos, principalmente, quando o assunto abordado é a questão do meio ambiente e a responsabilidade social de todos ”, explicou a diretora informando que os alunos matriculados no período da tarde também terão atividades recreativas com encenação de peça teatral da Guarda Municipal.

 

A Guarda Municipal Inês Guimarães, é uma das manipuladoras dos bonecos, e integra o projeto desde a sua criação. Já Fraulen Elisa Rodrigues de Miranda passou a integrar o grupo em 2018. Para elas o trabalho com os bonecos é gratificante além de ser uma atividade profissional.

 

Uma das preocupações do grupo, como explica Inês Guimarães, é quanto aos temas a serem abordados, por isso cada peça deve ser minuciosamente elaborada, com pesquisas aprofundadas e discutidas em sala de aula. “A peça teatral tem em média duração de 1 hora e neste tempo tentamos chamar a atenção das crianças para os cuidados com a sua própria vida e os riscos que a cercam. Temas do cotidiano, são abordados de forma educativa no cumprimento de regras e leis, como exemplo quando a abordagem for trânsito. Já, para riscos, o alerta é feito para temas como bulling, violência sexual contra crianças e adolescentes, drogas ilícitas. O teatro possibilita orientar e conversar com crianças e jovens e passar estas mensagem do cotidiano ”, informou.

 

Já Fraulen Elisa disse que a criança é um propagador de informações, seja em casa ou no seio familiar, por isso o grupo tem o compromisso em passar de forma lúdica, esclarecimentos sobre determinadas situações e fatos, além de informações acerca de determinados assuntos considerados tabus ou vista de forma polêmica. “O teatro de fantoches é utilizado também como ferramenta pedagógica lúdica, na abordagem de temas complexos, mas que são do cotidiano. O teatro de fantoches, assim como todos os outros jogos de faz-de-conta, contando histórias, ajudam a criança a construir a sua identidade com as mensagens que são passadas, o que contribui e muito com a formação deles. Muitas escolas já adotam esta modalidade para despertar a criatividade das crianças. Os bonecos encantam, e chamam as crianças para interação, o que ajuda a desinibir e no pensar para dar as respostas. Com certeza é uma importante ferramenta para o ensino-aprendizagem”.

 

O secretário de Defesa Social e comandante da Guarda Municipal, Evandro Homero Dias disse que a instituição de segurança municipal, desenvolve ações sociais nos mais diferentes setores, porém o grupo de teatro tem se destacado pela forte atuação na abordagem de assuntos atuais e do cotidiano de crianças e jovens, ajudando no desenvolvimento sócio-cultural. “Mesmo com o avanço de tecnologias, o teatro de fantoche continua causando encantamento nas crianças e jovens em geral, pela maneira única e especial ajudando no aprendizado com a arte de expressão. Somente no mês de agosto, 3.319 alunos participaram de sessões de teatro. O grupo está a disposição de escolas e instituições não governamentais para apresentações especiais. As solicitações devem ser encaminhadas direto a Guarda Municipal, que também desenvolve outros projetos sociais, como Pedal da Guarda, Judô, entre outros”, completou o secretário ressaltando ainda que o Grupo de Teatro de Fantoches da Guarda Municipal já recebeu inúmeras homenagens e reconhecimento pelos relevantes serviços prestados a população da cidade. Em 2015 o grupo foi agraciado com a “Moção de Congratulação”, reconhecimento dado pela Câmara Municipal.  A Ordem dos Advogados do Brasil, Subseção Várzea Grande (OAB/VG) homenageou a Guarda Municipal, como destaque educacional.

Twitter

PUBLICIDADE



Veja mais sobre este assunto:

Edição 205 Novembro de 2019

PUBLICIDADE

Enquete
COLUNISTA
BLOGS MAX
  • PUBLICIDADE

  • PUBLICIDADE

  • PUBLICIDADE


PUBLICIDADE


PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

© 2019 - Notícia Max - Todos os direitos reservados