ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Segunda-Feira, 05 de Novembro de 2018, 09h:44
Tamanho do texto A - A+
Twitter
A FLORESTA ENCANTADA

Alunos apresentam espetáculo de dança no Cine Teatro

Por: Redação

Divulgação

 

A escola é um espaço social de múltiplas aprendizagens e, em cada atividade oferecida pelos professores, as crianças experimentam novos desafios no caminho do saber.  Pensando nisso, os profissionais da Escola Municipal de Educação Básica (EMEB) Maria Tomich Monteiro da Silva, localizada no bairro Ribeirão do Lipa, desenvolveram o projeto ‘Mundo Vivo’, que culminará no próximo dia 06 de novembro, com a apresentação no Cine Teatro Cuiabá, do espetáculo ‘A Floresta Encantada’. O valor do ingresso é de R$ 5.

 

A apresentação, em duas sessões, às 14 e 15h30, vai reunir 120 crianças de 4 a 13 anos de idade, que desde julho ensaiam com toda a dedicação. Além do Cine Teatro, os alunos também vão se apresentar na própria unidade escolar, no dia 14 de novembro, às 19 horas, e no dia 30 de novembro, às 15 horas, na EMEB Presidente Tancredo de Almeida Neves, no bairro Jardim Araçá.  

 

Responsável pelo projeto a professora de Educação Física, Viviani Darolt Rabelo, explicou que o objetivo é proporcionar aos alunos momentos de aprendizado, por meio das artes cênicas, dança, música e teatro, enriquecendo e desenvolvendo aspectos interdisciplinares, de acordo com o currículo escolar da unidade de ensino.

 

“A partir dessas experiências, as crianças têm a possibilidade de melhorar as suas habilidades já que a metodologia utilizada pelo projeto permite a correlação entre os conhecimentos teóricos, desenvolvidos nas aulas regulares da escola, e os conhecimentos aprendidos com o corpo, desenvolvidos nas aulas extras de dança e música”, explicou Viviani Darolt.

 

Nas aulas extras, os professores trabalham aspectos cognitivos, afetivos e motores relacionado ao tema definido no projeto político pedagógico da escola deste ano, ‘O mundo que eu tenho e o mundo que eu quero’.

 

O tema retrata os problemas e soluções adotadas pelo ser humano em relação a questões como a degradação ou recuperação do meio ambiente. O projeto possui ainda um cunho social, pois retira das ruas dos bairros próximos as crianças que participam das aulas e das apresentações. “Dessa forma, atuamos principalmente com crianças em situação de vulnerabilidade social, resgatando valores como a ética, a cooperação, o sentido de trabalho e recompensa, entre outros”, destacou Viviani Darolt.

 

Este será o terceiro ano em que a unidade escolar promove apresentações como essa. Nos anos anteriores, em 2015 e 2016, as apresentações aconteceram no teatro da Escola Estadual Liceu Cuiabano.

 

“Nos outros dois espetáculos percebemos a enorme aceitação e interesse dos alunos nas atividades desenvolvidas dentro e fora da sala de aula, relacionadas com os temas trabalhados nas apresentações. As crianças e os professores conseguem fazer relação entre cada atividade desenvolvida e isso se reflete principalmente no aprendizado e na frequência escolar. As crianças demonstram maior interesse em estarem presentes na escola”, avaliou a professora.

 

+info: 3313-3270 ou 9.9673-2561

Twitter


Veja mais sobre este assunto:


Edição 156 de Novembro de 2018

COLUNISTAS
Enquete

BLOGS MAX



© 2016 NOTÍCIA MAX - Todos os direitos reservados.