PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Sexta-Feira, 14 de Junho de 2019, 17h:12
Tamanho do texto A - A+
ENTRETENIMENTO
JOGOS Twitter

Cyberpunk 2077: demo impressiona com história e por visual perfeito

Por: TECH TUDO

Cyberpunk 2077, game para PS4, Xbox One e PC, com lançamento marcado para 16 de abril de 2020, é provavelmente o título que mais impactou na E3 2019. Durante sua apresentação, na conferência da Microsoft, fez o público vibrar com o novo trailer e com a presença do ator Keanu Reeves, que faz participação como um dos personagens. Na demo do jogo, apresentada durante a feira, toda essa febre se justifica. Cyberpunk é muito sedutor e tem tudo para ser um dos grandes nomes desta geração. Confira nossas impressões:

 

Buscando a revolução

 

A primeira grande sacada do jogo é a sua temática e história. Cyberpunk se passa em um futuro caótico, em que pessoas e tecnologias são basicamente uma só coisa, e a sociedade vive em meio a guerras, gangues e máfias. O personagem principal, V, parece uma espécie de hacker freelancer, que tem um chip misterioso em sua cabeça que proporciona algumas habilidades especiais. A história leva o protagonista justamente atrás de uma explicação para esse implante. Ao mesmo tempo, ele carrega uma espécie de "fantasma" com ele, que dá conselhos e faz piadas pelo caminho. Esse é o personagem interpretado por Keanu Reeves.

 

 

O visual chamam muito a atenção, tanto no estilo futurista dos personagens quanto na própria construção das cidades - destruídas e repletas de pichações e colagens sujas pelas paredes. Vale lembrar que, nos PCs, o game terá suporte para a tecnologia Ray tracing das placas GeForce RTX da NVIDIA, uma técnica gráfica avançada usada para dar às animações uma aparência ultrarrealista e garantir que os efeitos visuais em jogos possam ser renderizados em tempo real.

 

Durante a demo, pudemos ver que um dos carros-chefe do título é a caracterização do personagem principal. Ao começar o jogo, por exemplo, é possível optar por diversas variações no físico do protagonista, seja seu gênero, porte físico, etnia, marcas etc. De cara, esse parece ser um momento em que os jogadores vão gastar bastante tempo. Depois, ao longo da história, ainda é possível comprar novas roupas e acessórios, para deixar seu personagem com um visual bem marcante.

 

 

Outra parte "customizável" do Cyberpunk 2077 é o modo de operação do personagem. Pelo que foi demonstrado, pode-se completar as missões da maneira que o jogador preferir: partindo pro tiroteio, hackeando os inimigos ou até de forma furtiva. Essas características estão relacionadas também com a forma como você compõe as habilidade do herói - ao longo do jogo, ele vai ganhando experiência, cujos pontos podem ser distribuídos em skills específicas, tal qual um RPG.

 

Um ponto negativo, pelo menos durante a demo, é que a história muitas vezes fica arrastada, já que traz muitas informações e cadencia muito o game. Claro que era o começo do jogo, e mais para frente as coisas podem ficar mais frenéticas, mas é um ponto de atenção. É ótimo de acompanhar o enredo, mas ele parece bem complexo e arrastado, com muitos personagens e subtramas.

 

 

Cyberpunk 2077 é um jogo muito sedutor, como são os conteúdos que trabalham com a temática do punk cibernético, como Blade Runner, Matrix e O Vingador do Futuro. A demo apresentada na E3 confirma toda a expectativa que os trailers já haviam criado, e o game promete fazer história e uma legião de fãs. Agora é só o jogo final manter a mesma qualidade.

Twitter

PUBLICIDADE



Edição 183 Junho de 2019

PUBLICIDADE

Enquete
COLUNISTA
BLOGS MAX
  • PUBLICIDADE

  • PUBLICIDADE

  • PUBLICIDADE


PUBLICIDADE


PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

© 2019 - Notícia Max - Todos os direitos reservados