ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Terça-Feira, 12 de Junho de 2018, 12h:36
Tamanho do texto A - A+
Twitter
ATÉ 2020

Aprovado: Flamengo oficializa acordo para deixar Maraca com a cara da Nação

Por: LANCE!

Flamengo

 

O Maracanã é, de forma oficial, a casa do Flamengo nas próximas temporadas. O Conselho Deliberativo aprovou o acordo com a Concessionária Maracanã S.A. e a parceria está oficializada. O novo contrato entre o clube e a administradora é válido até 31 de dezembro de 2020. Agora, o plano é deixar o palco com a cara da Nação e, para isso, o clube terá "condições muito mais favoráveis".

 

O objetivo é aumentar a sinergia entre torcida e jogadores, que já vem sendo importante em 2018. Após uma reformulação na política de ingressos, o clube "acertou a mão" e vem recebendo grandes públicos no Maraca no Brasileirão.

 

O novo acordo dará maior liberdade ao clube para deixar o estádio com a "sua cara", à vontade da Nação, além de buscar novos parceiros comerciais, como na comercialização de camarotes, alimentos, bebidas e espaços publicitários.

 

Eduardo Bandeira de Mello celebrou o acordo. Segundo o presidente, as condições ainda não são as ideais para o clube, mas são consideravelmente mais favoráveis em relação ao contrato anterior. Além disso, Bandeira ainda reforçou o desejo de assumir a gestão do Maraca de forma definitiva no futuro.

 

"O contrato vai permitir que o Fla jogue no campo que sempre foi considerado como a casa da nossa torcida, em condições muito mais favoráveis que as atuais. Isso tudo sem abrir mão do projeto de assumir o estádio de forma definitiva, assim que estiver definido o novo marco regulatório" disse Bandeira.

 

 

NÚMERO MÍNIMO DE JOGOS POR ANO

 

O novo contrato prevê uma quantidade mínima de jogos do Flamengo no Maracanã nesta e nas próximas duas temporadas. Em 2018, o time atuará, ao menos, mais 11 vezes no estádio. Em 2019 e 2020, o Rubro-Negro fará no mínimo 25 partidas por ano no palco.

 

 

INTEGRAÇÃO COM O PROGRAMA DE SÓCIO-TORCEDOR

 

Com os novos termos firmados, a receita de bilheteria e do programa de sócio-torcedor será integralmente do Flamengo. Além disso, toda a operação do estádio passa a ser de responsabilidade do Flamengo – venda de ingressos, segurança, acesso, limpeza, orientação de público, brigadistas, postos médicos, ambulâncias, manutenção, elétrica, hidráulica, internet e elevadores

 

 

A CARA DA NAÇÃO

 

A parceria firmada deixará o clube com mais liberdade para deixar o estádio com a "cara do Flamengo". Ou seja, a diretoria poderá fazer mudanças visuais a fim de fazer com que os rubro-negros se sintam em casa. Além disso, já há um estudo em curso para a retirada dos assentos dos setores Norte e Sul.

 

"Hoje estamos muito mais evoluídos na nossa relação com o Maracanã e nosso pensamento é de dar um estádio com a cara do Flamengo ao nosso torcedor. Queremos acima de tudo que a Nação se sinta em casa, que jogue junto, que vença com a gente. O Flamengo e o Maracanã chegaram hoje a uma convergência que permitiu esse acordo por um prazo mais longo, o que não significa que o clube não segue com o sonho do seu estádio próprio, que pode ser inclusive o Maracanã", declarou Bruno Spindel, CEO rubro-negro.

 

MAIS PARCEIROS COMERCIAIS, MAIORES RECEITAS

 

O novo contrato aumenta as possibilidades do Flamengo em aumentar as receitas com o estádio. O clube terá direito à exploração comercial e ações de marketing no campo, na zona mista e no vestiário. A concessionária poderá explorar comercialmente somente os espaços do nível dos camarotes para cima, de forma a proteger os direitos de transmissão do clube. O Rubro-Negro ainda terá participação na comercialização de camarotes, alimentos e bebidas.

 

Com relação aos espaços VIP, o Flamengo tem direito ao uso de dez camarotes no setor Oeste, à receita integral do Bossa Nova, que é o maior camarote do estádio, no setor Leste, além de 40% da receita de 48 camarotes do Maracanã.

Twitter



Edição 160 Dezembro de 2018

COLUNISTAS
Enquete

BLOGS MAX



© 2016 NOTÍCIA MAX - Todos os direitos reservados.