ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Terça-Feira, 12 de Junho de 2018, 14h:20
Tamanho do texto A - A+
Twitter
NA FINAL

Brasil "esquece" de jogar um set, mas bate Bélgica e vai às finais da Liga das Nações

Por: Globo Esporte

 

 

Faltava apenas um passo. E nem foi preciso assim muito esforço para que a seleção garantisse seu lugar na fase final da Liga das Nações. Diante de um rival jovem e frágil, o Brasil se deu ao luxo até a "esquecer" de jogar um set. Mas, por 3 sets a 1, parciais 25/15, 25/14, 21/25 e 25/23, a seleção de José Roberto Guimarães bateu a Bélgica em Eboli, na Itália. Com o resultado, chegou a 31 pontos e assegurou a vaga na disputa pelo título, em Nanquim, na China, a partir do dia 27 de junho.

 

Foi a 11ª vitória do Brasil na competição, que tem apenas duas derrotas. Com a vitória desta terça-feira, a seleção não pode mais ficar fora da lista de cinco melhores da fase de classificação – a China, por ser sede, já está garantida.

A seleção volta à quadra nesta quarta-feira, às 12h, contra a Tailândia. O SporTV 2 transmite a partida ao vivo, e o GloboEsporte.com acompanha tudo em Tempo Real. Na quinta-feira, o Brasil encerra a participação na fase de classificação contra a Itália.

 

Foi um erro de saque do lado de lá que abriu a conta. Uma pancada, depois uma largadinha, e, pronto, Tandara fez o Brasil chegar logo a 3 a 0. O técnico belga pediu tempo. Nada adiantou. A seleção abriu 10/4, e Gert Vande Broek esgotou suas paralisações. Tudo, porém, era fácil demais para as brasileiras. Nem precisou de muito esforço. No ataque para fora de Van Gestel, 25/15, em apenas 24 minutos.

 

Sem Drussyla, liberada após lesão na mão, Zé Roberto manteve Gabi em quadra. A Bélgica passou a forçar mais e melhorou. A bola já não caía mais tão facilmente, e o bloqueio rival se mostrou forte. Aos poucos, porém, o Brasil conseguiu abrir vantagem. Na segunda parada técnica, Tandara, em golpe colocado, abriu 16/10. O time europeu, com uma média de idade mais baixa que a equipe brasileira, até se esforçava. Chegou a evitar algumas bolas que pareciam impossíveis. Mas não teve muito jeito. Rosamaria, que entrara pouco antes, fechou o set com um ace: 25/14.

 

A ponteira seguiu em quadra no lugar de Gabi. A Bélgica, uma vez mais, tentou seguir viva em quadra. Desta vez, conseguiu. Com Tandara poupada e Monique em quadra, o Brasil demorou a engrenar. A Bélgica se aproveitou e tomou a frente (16/14). O saque belga passou a causar estragos no passe brasileiro. Foi assim até o fim. Van Gestel fechou para as belgas em 25/21.

 

Tandara voltou à quadra, mas o Brasil seguiu tendo problemas em quadra. A Bélgica, empolgada, abriu 4/2 depois de uma recepção ruim de Amanda. Aos poucos, porém, o Brasil conseguiu desgrudar no placar. O esforço das belgas parou de surtir efeito. Mesmo assim, a seleção de Zé Roberto voltou a vacilar. Errou passes, se complicou no ataque, mas chegou à vitória. Com um ataque de Tandara, fechou o jogo e selou a classificação rumo às finais: 25/23.

Twitter




COLUNISTAS
Enquete

BLOGS MAX

MAIS LIDAS


© 2016 NOTÍCIA MAX - Todos os direitos reservados.