PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Sábado, 13 de Julho de 2019, 09h:08
Tamanho do texto A - A+
ESPORTE
TÊNIS Twitter

Federer tenta vencer Djokovic pela primeira vez em finais de Wimbledon

Por: Gazeta Esportiva

 

Ninguém tem mais títulos em Wimbledon do que Roger Federer. O suíço já conquistou o Gran Slam britânico oito vezes, sendo a última vez em 2017. Em busca do nono triunfo, o atual número três do mundo terá um grande desafio à sua frente: Novak Djokovic, atual líder do ranking mundial e último vencedor do torneio disputado na grama. O sérvio, inclusive, ainda não perdeu uma final do campeonato para Federer.

 

Pelo Wimbledon, já foram duas finais entre o suíço e o sérvio. Em 2014, Djokovic sagrou-se campeão ao vencer Federer por 3 sets a 2, com parciais de 6/7 (7-9), 6,4, 7/6 (7-4), 5/7 e 6/4, em uma partida com duração de 3h56. Foi o segundo título de Djoko no Grand Slam britânico.

 

No ano seguinte, os dois tenistas reeditaram a final. O sérvio voltou a bater Federer, dessa vez com uma facilidade maior. Djokovic precisou de 2h56 para garantir a vitória, que veio por 3 sets a 1, com parciais de 7/6(1), 6/7(10), 6/4 e 6/3.

 

Desde então, cada um dos finalistas voltou a conquistar uma vez o título de Wimbledon. No histórico geral entre os dois, o equilíbrio é grande: Federer venceu 22 vezes, enquanto Djokovic saiu vitorioso em 25 partidas. A última vez que o suíço e o sérvio ficaram frente à frente foi no ano passado, pela semifinal do Masters 1000 de Paris. Na ocasião, Djoko venceu por 2 sets a 1.

 

A final entre Federer e Djokovic está marcada para às 10h deste domingo. Enquanto o suíço vai em busca de sua nona conquista em Wimbledon, o sérvio vai atrás de seu quinto título no Grand Slam britânico.

Twitter

PUBLICIDADE



Veja mais sobre este assunto:

Edição 204 Novembro de 2019

PUBLICIDADE

Enquete
COLUNISTA
BLOGS MAX
  • PUBLICIDADE

  • PUBLICIDADE

  • PUBLICIDADE


PUBLICIDADE


PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

© 2019 - Notícia Max - Todos os direitos reservados