PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Sexta-Feira, 30 de Agosto de 2019, 11h:46
Tamanho do texto A - A+
FICA ESPERTO
CIDADANIA Twitter

Faissal dialoga com representantes da OAB-MT e prefeito de Tapurah sobre construção de Fórum no município

Por: Redação

O deputado estadual Faissal Calil, mesmo licenciado, se reuniu nesta quinta-feira (29), com representantes da OAB/MT e o prefeito da cidade de Tapurah (319,57km de Cuiabá), na Assembleia Legislativa de Mato Grosso, para buscar a viabilização da construção de um Fórum no município.
Com mais de 13.000 habitantes, Tapurah conta atualmente com apenas uma comarca, de vara única, que atende todas as demandas processuais do município e das cidades adjacentes. 

Assessoria

faissal

 

Para o conselheiro estadual da OAB/MT, Abel Sguarezi,  a ampliação do poder judiciário local é uma necessidade.


“Nós procuramos o deputado Faissal pedindo apoio dele na situação de Tapurah. A comarca trabalha como vara única, e a cidade que compõe o agronegócio mato-grossense,  possui uma movimentação processual muito grande. É uma cidade pujante, que cresce a nível de 10% ao ano, e que tem toda uma demanda social. Então nós estamos pleiteando ao Tribunal de Justiça, com apoio do deputado Faissal, a elevação da comarca em uma categoria que permita, mediante ao convênio, a ampliação do poder judiciário local”, disse Sguarezi.

O prefeito Iraldo Ebertz fala sobre o sofrimento que a população vem passando. “Sem dúvidas nós praticamente estamos abandonados. A dificuldade é grande, e os cidadãos são penalizados, pois existe um número muito elevado de processos parados , isso faz com que a gente busque uma melhoria”,  afirma o gestor. 

Hugo Leonardo Garcia de Aquino , secretário adjunto da vigésima primeira subseção de Lucas Do Rio Verde, destaca a importância da reunião com o parlamentar. “O encontro é  importante, especialmente em função de que os advogados necessitam dessa ampliação, é algo que vai trazer uma segurança pra sociedade. A população  de Tapurah está muito carente em função do atual fórum não ter uma estrutura adequada. Faltam magistrados, e nem os advogados,  nem a sociedade,  conseguem ter uma prestação judicial adequada”.

Advogado há mais de 20 anos, Faissal compreende a necessidade de crescimento dos fóruns e varas de acordo com o desenvolvimento dos municípios. Ainda em agosto, participou da inauguração das obras do novo fórum de Lucas do Rio Verde  (332,6 km de Cuiabá), o qual teve papel fundamental na viabilização do terreno.


“O judiciário é necessário para atender demandas nas esferas não só civis, como demandas de terra, e principalmente, nas esferas criminais, colocando em reclusão pessoas que cometem crimes, gerando mais tranquilidade para a população. Existe também questões de saúde, as pessoas procuram o poder judiciário para ter algum atendimento. Então o que acontece é um crescimento populacional muito grande na região, e o fórum tem que andar em harmonia”, pontua o pevista.

Após a reunião na Assembleia, os presentes se reuniram com o presidente do Tribunal de Justiça de Mato Grosso, Carlos Alberto Alves da Rocha.

Twitter

PUBLICIDADE



Veja mais sobre este assunto:

Edição 200 Outubro de 2019

PUBLICIDADE

Enquete
COLUNISTA
BLOGS MAX
  • PUBLICIDADE

  • PUBLICIDADE

  • PUBLICIDADE


PUBLICIDADE


PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

© 2019 - Notícia Max - Todos os direitos reservados