Segunda-Feira, 09 de Outubro de 2017, 09h:31
Tamanho do texto A - A+
PLEITO DE 2018

Remando contra a maré

Por: Redação

Assim está o conselheiro e presidente afastado do Tribunal de Contas do Estado (TCE-MT), Antonio Joaquim, que mesmo sendo citado nas delações do ex-governador, voltou a reafirmar que vai deixar na Corte de Contas para disputar as eleições de 2018. Joaquim está afastado do TCE por determinação do ministro do Supremo Tribunal Federal Luis Fux,  sob acusação de ter recebido milhões em propina paga pelo ex-gestor mato-grossense. Ele também disse que não pretende retomar seu cargo na Corte de Contas, e vem conversando com o PMDB e o PTB visando uma futura filiação partidária. Por enquanto, o conselheiro afastado vem se notabilizando apenas por críticas ao governador Pedro Taques, e nada apresentando ao eleitorado mato-grossense em termos de projetos que beneficiem a população.




Edição 108 Outubro 2017

COLUNISTAS

BLOGS MAX



Enquete
© 2016 NOTÍCIA MAX - Todos os direitos reservados.