PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Segunda-Feira, 06 de Maio de 2019, 17h:22
Tamanho do texto A - A+
PAULO LEMOS
Twitter

Lula versus Bolsonaro

Bolsonaro quer tirar um trilhão de reais dos aposentados. Lula deixou uma poupança de mais de um trilhão reais, sem tirar um centavo dos trabalhadores calejados deste país. 

 

Bolsonaro está cortando 30% do orçamento da educação. Lula criou mais vagas universitárias e nas escolas técnicas federais do que todos os ex-presidentes do Brasil, juntos. 

 

Bolsonaro foi recusado em diversos lugares nos EUA, até desistir de ir até lá. Lula era considerado "o cara" pelo ex-presidente Obama e era recebido em todos os lugares Mundo afora, nunca sido recusado. 

 

Lula tirou a nação do mapa da fome e gerou pleno emprego e ganho real do salário mínimo e crédito facilitado para a população. Bolsonaro não apresentou um único programa ou projeto para fomentar a economia, que está estagnada em menos de 2% o crescimento e o dólar em quase quatro reais.

 

Lula incluiu o povo dentro do orçamento geral da União por intermédio de inúmeras políticas públicas, entre elas o Bolsa Família, o Luz Para Todos, o Projovem, o Reuni, o ProUni, Minha Casa Minha Vida. Bolsonaro está desmontando todas as políticas sociais, cortando dinheiro da saúde e educação e excluindo o povo do OGU, principalmente os mais pobres.

 

Sem falar no botijão de gás, cesta básica, energia elétrica e combustível veicular, que estão estrangulando o orçamento das famílias pobres e de classe média média, outrossim os em condição de miserabilidade total.

 

Lula expandiu as relações comerciais com os EUA, Rússia, China (soja), África do Sul, Europa, Mercosul, principalmente Argentina, também Bolívia, Uruguai, Chile, países árabes e palestinos (carne), como Líbano e Arábia Saudita, Irã e Israel. Bolsonaro, em menos de um semestre, estremeceu as relações com a China, maior compradora de commodities daqui, também gerou um estranhamento com os países árabes e palestinos e acabou com a participação no Mercosul, além de ter sido praticamente escurraçado de New York.

 

Lula não vendeu o Brasil, defendeu a soberania e resgatou a dignidade e a auto-estima do povo. Bolsonaro está rifando a soberania nacional, fazendo declarações de amor ao Trump, entregando o pré-sal ao Tio Sam e com um pacote de privatizações do patrimônio público, a começar pela centenária empresa dos Correios.

 

Lula tinha o povo ao seu lado, na verdade, tem ainda, igualmente a comunidade internacional e a Organização das Nações Unidas, onde era tratado com extremo respeito e sabem do golpe contra Dilma Rousseff e a prisão injusta e sem provas com Lula. Bolsonaro tem Queiroz, os milicianos e seus filhos abilolados junto dele.

 

Paulo Lemos é advogado publicista e criminalista, professor universitário, articulista de opinião e defensor de direitos humanos, das minorias e da democracia participativa.

 

paulolemosadvocacia@gmail.com

 

Twitter

PUBLICIDADE



Edição 187 Julho de 2019

PUBLICIDADE

Enquete
COLUNISTA
BLOGS MAX
  • PUBLICIDADE

  • PUBLICIDADE

  • PUBLICIDADE


PUBLICIDADE


PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

© 2019 - Notícia Max - Todos os direitos reservados