ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Sexta-Feira, 01 de Dezembro de 2017, 13h:30
Tamanho do texto A - A+
Twitter

Jovens no país das mentiras

A cada nova pesquisa sobre o ensino, só se confirma o que todos já sabem: estamos no fundo do poço

Por: ROBERTO BOAVENTURA DA SILVA SÁ

ROBERTO BOAVENTURA

ROBERTO BOAVENTURA DA SILVA SÁ

Desde o início da exploração portuguesa, é sabido que nossa educação, resguardadas algumas ilhas, foi e vai de mal a pior.

 

Desde sempre, poucos puderam dizer que receberam educação de qualidade.

 

Por isso, a cada novo resultado de pesquisas sobre nosso ensino, apenas vai se confirmado o que todos já sabem: estamos no fundo do poço. 

 

Para dimensionar essa profundidade, basta-nos olhar rapidamente algumas manchetes – apenas de 2017 – sobre o tema: 

 

a) “Em ranking da educação com 36 países, Brasil fica em penúltimo” (Veja); 

 

b) “OCDE: Brasil está entre os que menos gastam com ensino” (BBC); 

 

c) “Brasil cai em ranking mundial de educação em ciências, leitura e matemática” (G1); 

 

d) “Relatório da OCDE expõe contradições da educação no Brasil” (Carta Capital). 

 

Desolador! 

 

Aliás, dito assim, tudo ainda parece pouco. A queda no ranking em ciências, leitura e matemática é de gravidade sem precedentes.

 

Paradoxalmente, nunca como dantes fomos tão ignorantes, mesmo dispondo de tecnologias impensáveis há bem pouco tempo. 

 

Sobre essa gravidade haveria um rol extenso de exemplos. Ficarei com o tema da redação do Enem/2017.

 

Por si, ele consegue dimensionar o grau da desinformação de nossos jovens; desinformação que poderia até ser confundida com deboche, mas não é; é real. 

 

Na redação em pauta, foi solicitado que o candidato – potencialmente um pré-universitário – falasse sobre Libras (Língua Brasileira de Sinais).

 

Todavia, cerca de três milhões deles trataram de astrologia. Eles falaram de Libra, um dos signos do zodíaco.

 

Faltou quem dissesse se tratar do plural da moeda da Inglaterra, mas, em tempos do império da ignorância, isso seria “informação” tipo privilegiada. 

 

Mas se a formalidade de nosso ensino se encontra em patamares tão rasteiros, condenando nossas novas gerações à estupidez suprema e bizarra, a educação informal, aquela produzida “pela vida”, é ainda pior. 

 

Mas isso já não seria infortúnio demais? 

 

Sim; e infortúnio para não usar termo mais forte. Isso ocorre porque as novas gerações convivem com adultos absolutamente despreparados e complexos, também para não usar termos piores contra nós, adultos. 

 

As famílias, em constante processo de profundas alterações, parecem ter perdido a capacidade de estabelecer com a prole as noções de direitos e deveres. Tudo tem ficado muito fluido na educação familiar.

 

Os limites, tão necessários para a formação da cidadania, foram atirados numa lixeira qualquer. 

 

Assim, o que é ruim em casa fica pior no plano social. Adolescentes e jovens brasileiros que se prontificam informar-se “do mundo” percebem logo como os adultos, descaradamente, mentem, fazendo desserviço à construção do caráter dos mais novos. Essa postura é o reverso da Paideia dos gregos antigos. 

 

Nesse terreno, a título de exemplo, insiro, dentre tantos, dois dos mais lastimáveis, em minha opinião: 

 

No Rio, um ex-governador, atolado em falcatruas reveladas pela operação Calicute, não só nega acusações, como contesta delatores e ainda, em audiência, desafia um juiz de 1ª instância. 

 

Por sua vez, um ex-presidente, mesmo vindo das camadas populares e do meio sindical, nega favorecimentos de um enriquecimento inexplicavelmente milionário.

 

Com falsa tranquilidade, afirma nunca saber de nada, mesmo que tudo tivesse ocorrido ao seu lado. 

 

E por aí vai. 

 

Os exemplos já estão na perspectiva do sumidouro do espelho. Se não revirmos muita coisa em nosso país, teremos um futuro de nos emudecer, e nenhum signo do zodíaco poderá nos dar a menor esperança. 

 

ROBERTO BOAVENTURA DA SILVA SÁ é professor de Literatura da UFMT e doutor em Jornalismo pela USP.

Twitter

Confira Também Nesta Seção:

INíCIO
ANTERIOR
1 de 1
PRÓXIMA
ÚLTIMA




COLUNISTAS
Enquete

BLOGS MAX


© 2016 NOTÍCIA MAX - Todos os direitos reservados.