PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Quinta-Feira, 19 de Setembro de 2019, 13h:58
Tamanho do texto A - A+
POLÍTICA & PODER
AGILIDADE Twitter

AL implanta novo sistema para gerenciamento eletrônico de documentos

Por: Assessoria

 

O Sistema de Gerenciamento Eletrônico de Documentos (SGED) entra em vigor a partir desta sexta-feira (20), na Assembleia Legislativa. O novo modelo de gestão de documentos fornece os melhores recursos voltados ao gerenciamento eletrônico de dados. Com ele, é possível digitalizar, indexar, tratar e visualizar documentos com o apoio de ferramentas de ponta. Na manhã dessa quinta-feira (19), a gerente de atendimento da Secretaria de Tecnologia e Informática da Casa, Nara Lemos, fez uma explanação de como vai funcionar o novo sistema.

 

“Todos os processos administrativos serão trabalhados dentro desse sistema. O modelo foi dividido em protocolos eletrônicos, documentos eletrônicos e arquivamentos eletrônicos. Ele já existe na Casa, mas agora é genuinamente da Assembleia Legislativa. Foi tomada essa iniciativa em função da necessidade da dinâmica que o Parlamento possui”, explicou ela.

 

Conforme Lemos, não será possível acessar o sistema por atalho configurado na máquina, o acesso será por link documentos.al.gov.sged/login ou pela área de trabalho da intranet “Sistema SGED".

 

A gerente afirmou que o projeto foi pensado em três grandes fases: 1º) adequar usabilidade e padronizar o visual, preservando as mesmas regras de negócio/funcionalidades; 2º) elaboração e repositório de documentos administrativos com criação, revisão, assinatura eletrônica e controle de versionamento; e 3º) arquivamento eletrônico dos documentos.

 

Para o técnico legislativo Cleudes Faro, o novo sistema vai significar uma possibilidade de melhoria e dinamismo para a Assembleia. “A Assembleia  possuía um sistema terceirizado e a manutenção era difícil. Estamos acompanhando desde a primeira demonstração e vai possibilitar nova dinâmica e transparência nos trabalhos. Agora o produto é nosso e as tramitações serão mais rápidas, fáceis e com maior segurança”, ressaltou Faro.

 

Na ocasião, Nara Lemos destacou que a principal mudança é a melhoria na adequação dos processos do Parlamento. “Com as constantes mudanças das nossas direções precisamos adequar os processos de maneira muito dinâmica e é isso que a gente está propondo. Estamos trazendo um sistema que tenha maior agilidade nas alterações”, apontou ela.

 

Outro detalhe indicado pela gerente de atendimento é quanto à alteração do link. “Como a gente não tem mais o mesmo produto, muitos usuários da Casa usam os links configurados na sua área de trabalho, portanto, se ele usar o mesmo link, futuramente vai ter problemas e vai dizer que não existe mais. Então, orientamos que ele escreva um novo link na barra de navegação, ou que ele acesse diretamente na área de atalho da intranet”, lembrou Nara.

Twitter

PUBLICIDADE



Veja mais sobre este assunto:

Edição 200 Outubro de 2019

PUBLICIDADE

Enquete
COLUNISTA
BLOGS MAX
  • PUBLICIDADE

  • PUBLICIDADE

  • PUBLICIDADE


PUBLICIDADE


PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

© 2019 - Notícia Max - Todos os direitos reservados