ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Terça-Feira, 07 de Agosto de 2018, 15h:06
Tamanho do texto A - A+
Twitter
CPI DOS GRAMPOS

Janaina acusa Wilson de manobra para evitar investigação

Por: Redação

Reprodução

 

Dois requerimentos pedindo a abertura da Comissão Parlamentar de Inquérito, a CPI dos Grampos, foram apresentados na manhã desta terça-feira (7), durante sessão ordinária na Assembleia Legislativa. Um da deputada Janaina Riva (MDB) e outro do deputado Wilson Santos (PSDB). Oposição e base governista disputam, de forma acirrada, o direito de investigar o escândalo dos grampos clandestinos no governo Pedro Taques (PSDB).  

 

Com nove assinaturas, o requerimento da deputada Janaina Riva tem como objeto a grampolândia pantaneira. A parlamentar quer ouvir todos os citados até agora. “Nós queremos chegar a uma conclusão definitiva sobre a participação de todos os agentes citados, inclusive do governador Pedro Taques”, disse a parlamentar.

 

Ela acusa o deputado Wilson Santos de ter apresentado requerimento idêntico ao seu, porém, sem assinaturas. “O deputado Wilson é desrespeitoso. Está com malandragem. Ele apresentou um requerimento dizendo na tribuna que tinha oito assinaturas e, quando fui verificar, não havia nenhuma. Foi, na verdade, uma manobra”, observou.

 

“O deputado Wilson Santos, numa manobra e de maneira desrespeitosa  para defender o seu patrão, o governador Pedro Taques, apresentou outro requerimento na mesma sessão, inclusive ainda sem assinaturas, para dizer que apresentou antes de mim e fazer valer o requerimento dele, com o foco desvirtuado”, disse.

 

O pedido do deputado Wilson Santos (PSDB), que o parlamentar classifica como da base governista, diz que as investigações devem começar em janeiro de 2011, na gestão de Silval Barbosa.

 

Santos ignorou as críticas da deputada e pediu que para instalar a CPI seja respeitada a ordem cronológica de apresentação dos requerimentos, ou seja, o dele foi o primeiro a ser apresentado. “Estamos preparados para essa CPI. Quem apresentou primeiro o requerimento em plenário fomos nós, da base governista. Temos 10 assinaturas e, resolvendo o impasse da CPI do Ministério Público, exigiremos o cumprimento da ordem cronológica”, afirmou o deputado.

Twitter



Edição 153 Outubro de 2018

COLUNISTAS
Enquete

BLOGS MAX



© 2016 NOTÍCIA MAX - Todos os direitos reservados.