ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Quarta-Feira, 13 de Junho de 2018, 14h:06
Tamanho do texto A - A+
Twitter
R$ 51 MILHÕES

Ministério Público de Contas abre investigação sobre direcionamento em licitação de maquinários

Por: Redação

 

O Ministério Público de Contas (MPC) vai investigar a denúncia que partiu da deputada estadual Janaina Riva (MDB) sobre suposto direcionamento de licitação no valor de R$ 51 milhões para a aquisição de maquinários pelo Governo do Estado que deverão ser distribuídos aos municípios.

 

A parlamentar recebeu a denúncia em seu gabinete e aponta irregularidades no procedimento de licitação e, segundo ela, teria fortes indícios de que os maquinários estão sendo direcionados à empresa Tecnoeste Máquinas e Equipamentos Ltda. Ela encaminhou a denúncia aos órgãos de controle – Ministério Público de Contas e Ministério Público Federal  e Ministério Público de Contas.

 

Quando apresentou a denúncia, Janaina ressaltou que após análise superficial do edital 20/2018 da Seges, notou nítida irregularidade na especificação de pás carregadeiras a serem adquiridas no certame. Isso porque, somente maquinários fornecidos por determinada empresa se enquadram nas exigências dispostas no edital. “O que evidencia fortes suspeitas de direcionamento licitatório tendo em vista ausência de justificação plausível para aquisição deste maquinário em especifico”.

 

Em ofício encaminhado à parlamentar, o Ministério Público de Contas informa que foi instaurado o procedimento interno n° 20.436-6/2018, sendo remetido ao procurador de contas Willian de Almeida Brito Junior para providências cabíveis.

 

Ao utilizar a tribuna da AL, Janaina lembrou depois da denúncia protocolada por ela, o governo do Estado suspendeu o processo licitatório, porém, segundo ela, o fato não tira a responsabilidade do governo estadual.

 

“Eu disse quando o governo pressionou os deputados para a votação da obtenção desse empréstimo com ao Banco do Brasil no valor de R$ 51 milhões que seria para compra desses maquinários, que aquilo não cheirava bem. Pois bem, recebi em meu gabinete e encaminhei ao Ministério Público de Contas, ao Tribunal de Contas e ao Ministério Público Federal, a denúncia que trata de irregularidades no procedimento licitatório com relação a aqueles maquinários. Eu anexei inclusive uma tabela onde fica claramente demonstrado que a licitação dos maquinários está sendo direcionada à empresa Tecnoeste”, explica.

 

Twitter



Edição 143 de Agosto de 2018

COLUNISTAS
Enquete

BLOGS MAX



© 2016 NOTÍCIA MAX - Todos os direitos reservados.