PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Sexta-Feira, 22 de Fevereiro de 2019, 08h:53
Tamanho do texto A - A+
POLÍTICA & PODER
AVANÇO Twitter

MTI desenvolve novo sistema de defesa sanitária animal do Indea

Por: Assessoria

 

Representantes da Empresa Mato-grossense de Tecnologia da Informação (MTI) e do Instituto de Defesa Agropecuária de Mato Grosso (Indea) se reuniram, na quinta-feira (21.02), para tratar do desenvolvimento do novo Sistema Integrado de Defesa Agropecuária do Estado (Sindesa).  O projeto busca modernizar e atualizar o sistema na área de defesa sanitária animal, de modo a facilitar o acesso do produtor e sua comunicação junto ao instituto.

 

Durante a reunião, os representantes do Indea apontaram a necessidade do aperfeiçoamento do sistema no que se refere à emissão de guia de trânsito animal e da verificação da arrecadação junto à Secretaria de Fazenda (Sefaz).

 

Atualmente, cerca de 10 mil produtores estão cadastrados para acessar o sistema e a intenção é que, com as implementações da MTI, eles possam ter acesso a novos serviços online, que hoje são prestados apenas por servidores nos postos do Indea.

 

Entre as implementações estarão a emissão de guias de trânsito animal para outras finalidades de bovinos, como engorda e reprodução, além da guia aos suínos. Também estão previstas comunicações sobre vacinação, informações sobre guias emitidas ao produtor e a atualização de cadastros.

 

De acordo com Marcos Ueda, gerente do projeto da MTI, o trabalho está sendo realizado para que o novo sistema inclua as melhorias e seja desenvolvido em uma linguagem mais moderna e com uma interface mais adequada. Além disso, a intenção é que o sistema possa operar de modo que a verificação da arrecadação seja bem mais ágil.

 

“A MTI proverá arquitetura moderna e de alta disponibilidade no subsistema animal. Serão providas ferramentas de informações gerenciais e de geoprocessamento. Vamos trabalhar para que o sistema atenda as expectativas e seja útil para servidores do Indea e produtores rurais”, disse.

 

Para o coordenador de Defesa Sanitária Animal do Indea, João Marcelo Brandini, a reunião foi o início de uma parceria que vai beneficiar sobremaneira o produtor e vai melhorar o controle e agilidade das atividades que o instituto executa, como vigilância, fiscalização e educação sanitária.

 

“A proposta é permitir um sistema mais ágil em suas implementações. A defesa sanitária animal é uma atividade muito dinâmica e, volta-e-meia, nós temos que fazer alterações no sistema. Agora, o MTI vai proporcionar ao Indea uma maior agilidade nessas implementações e permitir também uma interface maior com o produtor. O Indea ganha em agilidade e os produtores em comodidade”, disse.

 

Ainda segundo o coordenador, o novo sistema vai possibilitar uma comunicação direta com o produtor e aproximá-lo ainda mais do Indea. “Isso vai trazer uma facilidade muito grande, pois muitas vezes o produtor tem que vir à cidade fazer a emissão das guias de trânsito animal, por exemplo. Com um novo sistema, basta ele ter internet que vai conseguir resolver tudo por lá. Todo mundo ganha”, encerrou.

Twitter

PUBLICIDADE



Veja mais sobre este assunto:

Edição 192 Agosto de 2019

PUBLICIDADE

Enquete
COLUNISTA
BLOGS MAX
  • PUBLICIDADE

  • PUBLICIDADE

  • PUBLICIDADE


PUBLICIDADE


PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

© 2019 - Notícia Max - Todos os direitos reservados