ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Quinta-Feira, 08 de Fevereiro de 2018, 16h:06
Tamanho do texto A - A+
Twitter
CONTINUA...

Quinze votam por arquivar sindicância contra juíza Selma Arruda

Por: DA REDAÇÃO

Foto: Reprodução

juiza selma

 

A reclamação disciplinar do advogado e ex-secretário de Administração do Estado Francisco Faid (PMDB), alegando que a juíza Selma Arruda, da Vara Contra o Crime Organizado da Capital, utiliza meios de comunicação para emitir sua opinião em processos, indo preceitos do Código de Ética da Magistratura Nacional e infringindo as vedações dispostas na Lei Orgânica da Magistratura Nacional (Loman). Segundo Faiada, foi analisada pelo Tribunal de Justiça.

Quinze desembargadores já votaram pelo arquivamento de um pedido de abertura de investigação proposto por Faiad. A decisão, no entanto, foi adiada por conta do pedido de vista do desembargador Marcos Machado. A votação aconteceu nesta quinta-feira (8).

Dos trinta desembargadores do Tribunal de Justiça, quinze, entre eles José Zuquim, Cleuci Terezinha da Silva, Serly Marcondes, Sebastião Barbosa Farias, Gilberto Giraldelli, Nilza Maria Possas de Carvalho, Helena Maria Bezerra, Paulo da Cunha, Juvenal Pereira da Silva, Guiomar Teodoro, Maria Erotides, Clarice Claudino da Silva, Luiz Carlos da Costa e João Ferreira votaram pelo arquivamento da sindicância contra a juíza. Caso seja sentenciada, a juíza pode ser punida com aposentadoria compulsória.

 

 A relatora do caso, desembargadora Maria Aparecida Ribeiro, propôs o arquivamento da sindicância por não ficar comprovados os indícios das faltas funcionais imputadas a magistrada.

Twitter



Edição 149 de Setembro de 2018

COLUNISTAS
Enquete

BLOGS MAX



© 2016 NOTÍCIA MAX - Todos os direitos reservados.