PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Segunda-Feira, 09 de Setembro de 2019, 14h:52
Tamanho do texto A - A+
POLÍTICA & PODER
POSSÍVEL BOICOTE Twitter

Robério Garcia diz que obras da Copa não andaram por perseguição política

Por: Redação

 

O empresário Robério Garcia, dono da Engeglobal Construções, afirmou nesta segunda-feira (9) que o atraso das obras da Copa do Mundo de 2014 se deve por perseguição política. Ele disse acreditar que, por ser pai do suplente de senador Fabio Garcia, o ex-governador Pedro Taques (PSDB) tentou atingir seu filho através dele. 

 

Ainda segundo o empresário, a perseguição do tucano, também era motivada pelo fato do atual governador Mauro Mendes (DEM) ser do mesmo partido que Fábio Garcia. À época, Mendes era prefeito de Cuiabá, mas seu nome já era cogitado para disputar as eleições de 2018 contra Taques.

 

O grupo Engeglobal foi o vencedor de concorrências para a realização de várias obras para a Copa do Mundo 2014. Uma delas obras é o COT (Centro Oficial de Treinamento) da UFMT. O empresário lembrou que, durante a gestão passada, investiu cerca de R$ 5 milhões para executar a obra, mas recebeu do Executivo apenas R$ 37 mil. “Não deu para cumprir, não tinha como cumprir. Houve problemas de ordem políticas”, disse o empresário, que acompanhou o secretário de Infraestrutura, Marcelo de Oliveira, na vistoria as obras restantes da Copa. 

 

“No caso aqui do COT UFMT, as obras de responsabilidade da minha empresa, todas cumpriram a sua função para a Copa do Mundo. Não ficaram prontas, mas nós tivemos uma decisão empresarial de que estas obras cumprissem sua função, o que era isso? Que aqui tivesse condições de exercer o seu papel, então aqui duas seleções treinaram, que foi a Coréia e Japão, usaram os vestiários e gramado de primeira qualidade, aprovado pela FIFA”, disse.

 

Entre as obras que a Engeglobal assumiu estão a de construção dos Centros de Treinamento Oficial (COT) da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) e do Pari, em Várzea Grande, e também as obras da Avenida 8 de Abril, em Cuiabá, por onde passa o Córrego Mané Pinto. 

 

 

 

 

Twitter

PUBLICIDADE



Veja mais sobre este assunto:

Edição 196 Setembro de 2019

PUBLICIDADE

Enquete
COLUNISTA
BLOGS MAX
  • PUBLICIDADE

  • PUBLICIDADE

  • PUBLICIDADE


PUBLICIDADE


PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

© 2019 - Notícia Max - Todos os direitos reservados