Quinta-Feira, 08 de Fevereiro de 2018, 17h:26
Tamanho do texto A - A+
PRESSÃO

Servidores estaduais cobram salários e ameaçam greve geral

Por: Redação

Reprodução

 

O Fórum Sindical de Mato Grosso protocolou nesta quinta-feira um ofício na Casa Civil exigindo uma posição sobre o pagamento dos salários do mês de janeiro, que devem ser quitados aos funcionários da ativa até dia 10. No documento, o sindicato ameaça deflagrar uma greve geral dos servidores do Estado com assembleia geral já nesta sexta-feira.

“Pelos pronunciamentos dos secretários junto à imprensa, dão a transparecer que, em o governo cumprindo com o repasse do duodécimo dos Poderes, bem como os demais repasses constitucionais, o governo não teria recursos suficientes para honrar o pagamento da folha do Executivo”, diz trecho do ofício.

Os sindicalistas se reúnem nesta quinta-feira (8) com o secretário-chefe da Casa Civil, Max Russi, para obter uma resposta sobre o pagamento.  A reunião estava marcada para as 14h30 de hoje, no entanto ao chegar ao local os sindicalistas foram informados que o encontro foi adiado para às 18h. 

No ofício, os servidores cobram clareza do Estado em relação ao pagamento da folha salarial em decorrência do feriado de Carnaval. "E agora, ainda mais com a proximidade do Carnaval, o que pode afetar sobremaneira os setores do comércio e serviços com estes recursos represados pelo Governo bem como as finanças pessoais dos servidores”, explica exigindo que a folha de seja processada até esta sexta-feira para "se evitar desculpas institucionais quanto a impossibilidade de pagamento no fim de semana e feriado de Carnaval".

De acordo com presidente do Fórum Sindical, Oscarlino Alves, há um temor por parte dos servidores de que o pagamento não seja realizado no dia 10. “Estamos recebendo pressão das bases, pois representamos categorias. Em função dessa pressão, nos reunimos hoje. A data do pagamento está se aproximando. Estamos nessa incerteza. Não temos nota oficial tranquilizando os servidores, dizendo que o governo vai pagar de acordo com a legislação”, disse.

 




Edição 117 Dezembro 2017

COLUNISTAS

BLOGS MAX



Enquete
© 2016 NOTÍCIA MAX - Todos os direitos reservados.