ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Sexta-Feira, 13 de Abril de 2018, 10h:20
Tamanho do texto A - A+
Twitter
FRAUDES NO DETRAN

TJ mantém bloqueio de R$ 27 milhões contra investigados na Operação Bereré

Por: Redação

 

O pleno do Tribunal de Justiça de Mato Grosso julgou improcedente em sessão nesta quinta-feira (12)  o pedido das empresas União Transportes S/A e EIG Mercados para o desbloqueio de bens sequestrados em fevereiro, na deflagração da Operação Bereré, nas quais ambas são investigadas. 

Os agravos começaram a ser analisados no último dia 22 de março, mas a conclusão dos julgamentos não ocorreu por conta de um pedido de vista apresentado pelo desembargador Orlando Perri. 

Em 17 de fevereiro o desembargador José Zuquim determinou o sequestro de bens das empresas e pessoas físicas acusadas de envolvimento no esquema de desvios promovidos no Departamento Estadual de Trânsito (Detran), até o montante de R$ 27.722.877,38 , a fim de garantir ressarcimentos do erário pelo dano causado pela suposta organização criminosa.

Entre os 21 desembargadores presentes, apenas seis votaram a favor da União Transportes, e quatro pela EIG Mercados – sendo esta última apontada como a responsável pelos desvios de recursos no Detran. 

As investigações apontam para o pagamento de propina a diversas pessoas com base no valor arrecadado pela FDL Serviços de Registro, Cadastro, Informatização e Certificação Ltda, atual EIG Mercados, responsável pelo registro de contratos de financiamentos de veículos junto ao Detran.

Parte do lucro da empresa era repassado aos investigados por meio de uma suposta empresa de fachada, a Santos Treinamento e Capacitação de Pessoal Ltda, cujos sócios eram beneficiários do esquema ou “laranjas”. O bloqueio foi pedido pelos promotores do Núcleo de Ações de Competências Originárias (Naco) e do Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco). O valor foi calculado com base nas provas já obtidas com a quebra de sigilo bancário de investigados. 

 

 

Twitter



Edição 139 julho de 2018

COLUNISTAS
Enquete

BLOGS MAX



© 2016 NOTÍCIA MAX - Todos os direitos reservados.