PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Segunda-Feira, 10 de Junho de 2019, 17h:10
Tamanho do texto A - A+
ESPORTE
BONANÇA Twitter

Acostumado com o Flamengo “na sala de casa”, Jesus eleva o sarrafo: “Ganhar não é o bastante”

Treinador português fala sobre relação com futebol brasileiro pela TV, elogia estrutura do clube e pede reforços: “Um ou dois além do que já queriam”

Por: Globo esporte

Se depois da tempestade vem a bonança, o Flamengo se apressou para colocar Jorge Jesus em cena e renovar as esperanças após péssima atuação no empate com o Fluminense. Após acompanhar o clássico no Maracanã, o treinador português foi apresentado nesta segunda, no Ninho do Urubu.

 

 

- Quando você treina uma equipe como o Flamengo, uma das melhores equipes de um país, os torcedores querem, além da vitória, qualidade de jogo. Ganhar somente não é o bastante. Isso é normal. Quem joga no Flamengo tem que perceber essa exigência, que é preciso além da vitória - disse o português.

 

JJ, como é habitualmente chamado em seu país, chega ao Rubro-Negro acompanhado de sete profissionais, que compõem a comissão técnica. O grupo começa a trabalhar no centro de treinamento no próximo dia 20, quando o elenco volta da folga após a pausa do Brasileirão para Copa América. O treinador disse que aumentou a lista com pedidos dos reforços.

 

- Claro que conheço o elenco. Não vi o Flamengo a partir do momento que me convidaram, eu vejo todos os jogos do futebol brasileiro em minha casa. Não conheço tão bem os jogadores como o Marcelo, mas vou conhecer. Quando conversamos, já tinha posições que pensavam ser importante contratar e concordei. Acrescentei mais um ou duas (risos) e estamos em sintonia - falou.

 

Havia a expectativa de Jorge Jesus ir a Brasília assistir CSA x Flamengo na quarta-feira, mas o treinador volta para Portugal nesta terça. A estreia no banco de reservas está marcada para o dia 10 de julho, quando o Fla inicia as quartas de final da Copa do Brasil contra o Athletico-PR, em Curitiba.

 

- Vamos esperar o que tenho feito sempre. Onde chego, apresento trabalho, revolucionar do ponto de vista de ter ideias diferentes. Mas não venho revolucionar nada. Vou apresentar meu trabalho que foi visto em duas das três maiores equipes de Portugal nos últimos dez anos. Quando cheguei ao Benfica, há tempo não ganhava nada e agora tem a hegemonia no país. É o que vim fazer no Flamengo - disse o treinador.

 

Jorge Jesus é o 11º treinador estrangeiro da história do Flamengo. O mais recente tinha sido o colombiano Reinaldo Rueda, vice-campeão da Copa do Brasil e da Sul-Americana, em 2017. O maior vencedor é o paraguaio Fleitas Solich, comandante entre 1953 e 1957, quando conquistou o tricampeonato carioca 53/54/55.

Twitter

PUBLICIDADE



Edição 196 Setembro de 2019

PUBLICIDADE

Enquete
COLUNISTA
BLOGS MAX
  • PUBLICIDADE

  • PUBLICIDADE

  • PUBLICIDADE


PUBLICIDADE


PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

© 2019 - Notícia Max - Todos os direitos reservados