PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Sábado, 09 de Fevereiro de 2019, 09h:22
Tamanho do texto A - A+
INTERNACIONAL
APÓS POLÊMICA Twitter

Partido retira candidatura de princesa da Tailândia

Por: G1

 

O partido Thai Raksa Chart recuou e retirou neste sábado (9) a candidatura da princesa Ubolratana, irmã mais velha do rei da Tailândia, ao cargo de primeira-ministra do país. Decisão foi anunciada horas depois de ter sido desacreditada publicamente pelo monarca.

 

Em comunicado, o partido político afirmou que "se submete à ordem real" com "lealdade" e "respeito a todos os membros da Casa Real".

 

Na sexta-feira (8), a princesa Ubolratana Rajakanya Sirivadhana Barnavadi, de 67 anos, anunciou a candidatura pelo partido que faz oposição à junta militar que chegou ao poder após um golpe de estado. Após vários atrasos, as eleições marcadas para 24 de março serão as primeiras desde 2014.

xa

 

 

O partido Thai Raksa Chart é ligado ao ex-primeiro-ministro Thaksin Shinawatra, que foi deposto em um golpe de estado em 2014 e está foragido da Justiça do país.

 

O rei da Tailândia, Maha Vajiralongkorn, chamou de "extremamente inapropriada" e "inconstitucional" a decisão da irmã de concorrer ao cargo de primeira-ministra.

 

"O envolvimento de um membro da família real na política, não importa de que maneira, afronta às tradições, costumes e cultura do país”, afirmou o rei em um comunicado.

 

Oficialmente, a princesa perdeu seu título real quando se casou com um americano, em 1972. Ela retornou à Tailândia no fim dos anos 1990, depois de se divorciar. Apesar de não ter recuperado seu título original, ela é vista e tratada como um membro da realeza pela população tailandesa.

fut

 

 

 

Twitter

PUBLICIDADE



Edição 191 Agosto de 2019

PUBLICIDADE

Enquete
COLUNISTA
BLOGS MAX
  • PUBLICIDADE

  • PUBLICIDADE

  • PUBLICIDADE


PUBLICIDADE


PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

© 2019 - Notícia Max - Todos os direitos reservados